Capoeira na USP

Historicamente, desde pelo menos o final dos anos 1960, a Capoeira está na Universidade. Senão como disciplina, pelo menos como atividade cultural e desportiva. Na USP (Universidade de São Paulo), Capital, Butantã, salvo engano, os mestres Eli Pimenta e Gladson teriam sido os precursores. O primeiro por dar aulas aos alunos e funcionários, com atividade de lazer (1969), e o segundo por ter inserido a capoeira no currículo escolar da USP (1970/71).

Veja a seguir as matérias impressas e reportagens realizadas sobre o assunto:

Mestre Gladson continuou seu trabalho no CEPEUSP – Centro de Práticas Esportivas da USP. Mestre Eli Pimenta, que iniciou Capoeira com Mestre Suassuna, depois passou pelo Cativeiro (de Mestre Miguel Machado), deu aulas na USP entre os anos de 1969 a 1982 (não sabemos precisar se houve interrupções nos treinos de capoeira). Uma das fases de Mestre Eli na USP foi no antigo “Barracão”, posteriormente demolido. O Grupo era o Grupo de Capoeira Senzala. Já em 1969 integra-se ao grupo de capoeiras o jovem Alcides de Lima, hoje Mestre Alcides. Pouco depois (1971) chega também Dorival dos Santos – Mestre Dorival. No ano de 1988, mestre Alcides de Lima funda o Centro de Estudos e Aplicação da Capoeira – CEACA. Ambos formam-se mestres em 1992, pelas mãos de Mestre Eli Pimenta.

Mestres Alcides, Eli Pimenta e Dorival, durante Cerimônia de Formatura, USP, 1999.

Mestre Alcides, jogando capoeira com a Edith, observado por Elci.

Mestres Alcides e Dorival formaram os seguintes capoeiras: a) Turma 1 (1998): Paulinho Baraúna, Querido de Deus (Fabrício L. Silva), Jacaré (Denilson Almeida) e Luis Carlos Batista; b) Turma 2 (2002): Flexa (Ronaldo Amaral).

O CEACA ministrou aulas de Capoeira na Colorado State University, em Fort Collins, EUA, no ano de 1995. Fruto daquele primeiro trabalho, o CEACA mantém até hoje uma filial sob sua coordenação naquela cidade. O CEACA mantém ainda outras filiais: San Juan, em Porto Rico, Bowie, Maryland (EUA) e Bordeaux, França.

Em São Paulo, Mestre Alcides desenvolveu diversos trabalhos, sendo um deles no Lions Club (Av. Corifeu – Butantã) e o outro no Instituto Oceanográfico da USP (I.O.), na parte baixa da Rua do Matão, próximo ao Restaurante dos Professores.

Capoeira no Instituto Oceanográfico (IO-USP)

Mestre Alcides de Lima, professor Emerson Marinheiro (Lagarto) e o instrutor, aprendiz de griô Rodrigo Martins (Pança) ofereceram aulas de Capoeira no Instituto Oceanográfico (IO-USP, capital), ao longo de 12 anos. O Curso teve início em 2002, quando recebeu o apoio do grêmio do IO, com o objetivo principal de promover a integração entre os alunos, funcionários e professores, por intermédio dos recursos culturais, artísticos e lúdicos da Capoeira.

As aulas de capoeira do Instituto Oceanográfico foram encerradas em 2014. Atualmente o CEACA desenvolve trabalho educativo e cultural com crianças, adolescentes e adultos na EMEF Desembargador Amorim Lima, Butantã-SP.

Sobre a Capoeira na USP

Aproveitamos para registrar que também há diversos trabalhos sendo desenvolvidos na USP por diferentes mestres, contra-mestres e professores, entre eles: Gladson de Oliveira Silva, Pinguim (Luis Antônio Nascimento Cardoso), Vinícius Heine, João Sarará (João Luis Uchoa Passos), Thiaguinho (Thiago Uchoa Passos), Nego Folha (Márcio Custódio de Oliveira), o grupo Nzinga (Mestre Janja); o pessoal do Abadá e Malungos.

Fonte: Jornal do Capoeira, www.capoeira.jex.com.br, Edição 66, 26/Mar a 01/Abr de 2006.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s