Teia da Diversidade

Teia Nacional da Diversidade – Natal-RN – 2014

O CEACA esteve presente na 5a. edição da Teia Nacional da Diversidade, em 2014. Desde os primeiros encontros, representantes do CEACA têm participado do evento, atuando em defesa dos valores da tradição oral e o reconhecimento da ancestralidade afro-brasileira. A seguir, registramos a participação de Mestre Alcides de Lima, Mestre Marquinhos, Nina Griô, Mestre Curió, além de outras imagens da belíssima cidade de Natal-RN.

Teia Nacional da Diversidade, Natal – RN, 2014

O Centro de Estudos e Aplicação da Capoeira (CEACA) participou da Teia da Diversidade, enviando dois representantes: Mestre Alcides de Lima e o aprendiz de Griô Edison Luís dos Santos. Além de refletir criticamente sobre as políticas públicas voltadas para as comunidades de tradição oral, puderam trocar experiências com pessoas e grupos do Encontro da Diversidade, que agrega segmentos das políticas setoriais atendidos pelo Programa Brasil Plural: Culturas Populares, Culturas Indígenas, Culturas Ciganas, LGBT, Crianças, Idosos, Juventude, Hip-Hop, Pessoas com Deficiência, Saúde Mental, Trabalhadores Urbanos, Povos de Terreiro, Quilombolas, Imigrantes, Mulheres, Trabalhadores Rurais, Mestres e Griôs.
A Teia da Diversidade 2014 aconteceu na cidade de Natal-RN, entre os dias 19 e 24 de Maio. O encontro reuniu os Pontos de Cultura do Cultura Viva e as diversas representações da Diversidade que integram o Brasil Plural. Em sintonia com as estratégias e diretrizes gerais do Plano Nacional de Cultura, a Teia Nacional da Diversidade 2014 inaugurou um espaço para encontro, reconhecimento, convivência, reflexão, formação e divulgação de temas prioritários de grupos, coletivos, comunidades, Pontos de Cultura e iniciativas que integram os Programas Cultura Viva e Brasil Plural.
Público participante da Teia: povos indígenas, quilombolas, povos de terreiro, povos ciganos, outros povos e comunidades tradicionais e minorias étnicas; mestres, praticantes, brincantes e grupos das culturas populares, urbanas e rurais; artistas e grupos artísticos; crianças, adolescentes, jovens e idosos; pessoas com deficiência; mulheres; população de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis – LGBT; pessoas em situação de rua; pessoas em situação de sofrimento psíquico; pessoas ou grupos vítimas de violência; pessoas em privação de liberdade; populações de regiões fronteiriças; grupos assentados da reforma agrária; população sem teto; populações atingidas por barragens; e comunidades de descendentes de imigrantes.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s