CEACA participa da Festa da Cultura dia 18, às 14 hs.

A FESTA DA CULTURA 2014 – com tema Povos Originários do Brasil – acontece no dia 18 de outubro (sábado) a partir das 14h. Nesse horário o CEACA fará a sua apresentação.

Lembramos que os preparativos da festa são tão importantes quanto a festa em si.

E todos os pais, alunos e amigos da escola estão convidados a participar. Quais serão as atividades?

1) Oficina de CONSTRUÇÃO DE MÓVEIS com PALETS

Dia 11 de outubro, sábado, das 8h30 às 16h, pais e alunos poderão aprender a fazer móveis com Palets (aquelas madeiras descartadas por grandes armazéns como o Ceasa). Veja na foto abaixo o que é possível fazer com madeira que, teoricamente, iria para o lixo. (Tem mais foto lááá no final do post.

2) Dia do Voluntariado TELEFÔNICA

Na sexta feria dia 17/10 , das 8hoo às 16h – voluntários da empresa para realizar diversas reformas Telefônica estarão na escola para atuar em melhorias no prédio. Neste dia só irão para a escola os alunos de 1° a 3° anos que terão atividades recreativas. Pais que puderem vir serão bem-vindos! Inscreva-se diretamente com a diretora Ana Elisa. As reformas previstas para acontecer são: pintura das linhas das quadras esportivas,  reforma e arrumação do parquinho das crianças, da horta, de várias partes do jardim, dos banheiros, pintura de jogos de amarelinha no chão, barreamento das paredes da OPY, catalogação final dos livros da Biblioteca. Nossa escola vai ficar incrível!
3) MUTIRÃO DA FESTA DA CULTURA

Na sexta-feira, dia 17 a partir das 18h00, e no sábado a partir das 8h00, a equipe responsável pela organização precisará MUITO de ajuda para montar a FESTA DA CULTURA – no Amorim Lima.

Por favor, apareça, ajude… Colabore com este trabalho coletivo. Faz parte do aprendizado – no Amorim é assim: fazemos tudo junto. Só existe crescimento e aprendizado se caminharmos de mãos dadas.

 

Fonte: Publicado em por mcarini

Anúncios

Ceaca participa da abertura da Semana Municipal de Capoeira Embu das Artes

De 3 a 9 de agosto acontece a 1ª Semana Municipal de Capoeira Embu das Artes, uma iniciativa da Associação dos Capoeiristas de Embu das Artes (ACEA) e do Conselho Regional de Mestres de Capoeira (CRMC), contando com apoio da Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e do Ponto de Cultura Diversidades Culturais na Capoeira. Em 15 de agosto de 2013, o prefeito Chico Brito assinou a Lei Ordinária 2.681, criando o Dia Municipal da Capoeira (3/8) e a Semana Municipal da Capoeira.

A primeira edição da Semana de Capoeira (já incluída no calendário de datas e eventos da cidade), contará com seminário, palestras, exposição, mostra cultural, oficinas e apresentações culturais, com participação de capoeiristas, diversos mestres de capoeira, instrumentistas, dançarinos. As atividades são abertas ao público e serão realizadas nos centros culturais Mestre Assis do Embu e Pirajuçara/EM Valdelice, na ACEA, na praça do Casa Branca e nas escolas municipais Valdelice, Reynaldo e Delphina.

Três membros do CEACA (Alcides, Valter e Edison) participaram, ontem (3/8, domingo), da abertura do evento. Mestre Alcides fez palestra sobre a capoeira, falou sobre a lei e ação Griôs. Em seguida, houve apresentação de vídeo e “Berimbalada”, com várias pessoas tocando berimbau nos diversos ritmos.

 

Programação

4/8, segunda-feira
Manhã e tarde – Capoeira nas Escolas e aula prática. Apresentação nas escolas municipais Reynaldo Ramos de S. da Gama (rua Narumi Nakayama, 100, Jardim Nossa Senhora de Fátima) e Antônia Augusta Delphina de Moraes (rua Ana Maria, 150, Jardim Santo Eduardo). Palestras do Mestre Joca e Professor Colher.

19 às 21h – Oficina de Maculelê – Puxada de Rede, com o Mestre Azambuja, mostrando diversidade da capoeira e danças folclóricas. Associação dos Capoeiristas (rua Madeira, 80, Jardim Novo Campo Limpo)

5/8, terça-feira
Manhã e tarde – Projeto Capoeira nas Escolas e aula prática. Palestras com Mestre Joca e Mestre Oró. Centro Cultural Parque Pirajuçara – EM Valdelice A. Medeiros Prass (av. Aimará, s/nº)

6/8, quarta-feira
18 às 21h – Apresentação do filme Capoeira Iluminada, seguida de Oficina de Dança Afro, com os professores Faísca e Gugu. Praça da EM Valdelice Prass (av. Aimará, s/nº)

7/8, quinta-feira
18 às 21h – Oficina Capoeira Angola, a mais primitiva e um dos três estilos da capoeira (os outros são regional e contemporânea), seguida de Roda de Capoeira – Dança do Coco, com os oficineiros Mestre Meinha e Cesinha. Centro Cultural Mestre Assis do Embu (largo 21 de Abril, 29)

8/8, sexta-feira
18 às 21h – Aulão de Capoeira e Roda, com Mestre Zai, Professor 7 Vidas e Mestrando Pererê. Oficina de Samba de Roda, com diversas danças e participação do público. Praça do Jardim Casa Branca

9/8, sábado
10 às 15h – Aulão e Roda e Capoeira – encerramento. Praça Manoel Almeida dos Santos/EM Valdelice Prass

A entrada é gratuita e a programação, aberta a todas as idades.

Mestre Durval do Coco no Sarau AfroBase

No dia 02 de julho de 2014, Sr. Durval do Coco, Eliane do Coco e o pessoal do CEACA fizeram realmente a terra tremer na batida do coco. O Sarau contou, além do coco, com a presença do rapper Charles, do Rodrigo Pança, do Fofão, do pessoal do Treme Terra e outros… Uma noite de poesia e prosa, para guardar na memória.

Seminário Capoeira e Cidadania presta homenagem aos mestres do saber

O Seminário Capoeira e Cidadania foi organizado por Mestre Gladson e Mestre Vinicius no CEPEUSP. Reuniu vários Mestres, professores, alunos etc. Conforme comentou Mestre Alcides de Lima em sua página do facebook,

“Foi um encontro maravilhoso… Mais emocionante ainda foi a homenagem ao Mestre Meinha, com muito Axé! Saí dali muito fortalecido… A cantoria do coco com Mestre Durval e Eliane foi excelente, todos curtiram e dançaram; tive a oportunidade de conhecer Mestre Ramos, Senzala do Rio de Janeiro, e reencontrar amigos como Mestres César e Mané, Natanael, Flávio Sargento entre tantos outros”.
 Vejam as imagens do evento e link para acessar a cantoria de Mestre Ramos, grupo Senzala do Rio de Janeiro.

https://www.facebook.com/photo.php?v=417686938373436&set=vb.100003964002111&type=2&theater

 

A Capoeira é uma das mais representativas manifestações da cultura brasileira, tendo sida reconhecida, em 2008, como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN). Tendo o referido órgão do Ministério da Cultura incluído o ofício dos Mestres de Capoeira no Livro dos Saberes e a Roda de Capoeira, no Livro das Formas de Expressão.

Historicamente a Capoeira sempre esteve associada à afirmação de direitos e luta pela cidadania, sendo os direitos à LIBERDADE e à Dignidade Humana as mais importantes demandas sociais reivindicadas e conquistadas ao longo da história da Capoeira. Criada no Brasil pelos africanos aqui escravizados, a Capoeira sempre se caracterizou como luta de resistência contra a opressão do sistema dominante.

Nos últimos anos a Capoeira tem sido inserida em Escolas, Universidades, Centros Comunitários e Projetos Sociais no Brasil e no mundo, oferecendo a crianças, jovens, adultos, idosos e portadores de necessidades especiais o direito à Educação, à Cultura e à Inclusão Social. Em cada um desses espaços, a Capoeira contribui para a formação de indivíduos mais conscientes de seus direitos e deveres e aptos a participar ativamente da construção da Cidadania.

Neste contexto, os Mestres da Cultura popular e mais especificamente os Mestres de Capoeira, desempenham papel fundamental, preparando seus discípulos para a vida como um todo, sensibilizando-os para importantes questões da sociedade atual. As manifestações populares como a Capoeira são um campo propício para o desenvolvimento da Cidadania e da consciência de ser brasileiro. Com o intuito de aprofundar a vivência e a reflexão, a teoria e a prática do potencial que a Capoeira, os Mestres do Saber e a Cultura Popular apresentam na promoção da Cidadania, o Seminário Capoeira e Cidadania promoveu entre os dias 27 e 29 de JUNHO atividades diversas aproximando os diferentes atores envolvidos neste cenário.

Festa Junina no Amorim Lima: Memória e Tradição Oral

No dia 6 de Junho aconteceu a grande Festa Junina na Escola Desembargador Amorim Lima. O CEACA fez belíssima apresentação que começou às 14 hs.

Teve roda, dança, música, além do famoso coco do Sr. Durval

Veja a galeria de imagens da Festa:

Festa Junina 2014: churrasco, suco, dança…gente feliz

─ “Hum”…dizia um para o churrasco.
─ “Nossa! Que delícia!”, falava o outro para o suco natural.
─ “Quero mais!”, pedia um terceiro para o cuscuz.

E assim a tarde de sol ia passando, com crianças brincando para lá e para cá, pais ajudando na organização das barracas, amigos batendo papo. Parecia uma família imensa. E era. A Comunidade Amorim Lima se reúne várias vezes antes de junho, em mutirões, para fazer prendas e pensar nas atrações da Festa. Algumas coisas são tradição, outras vão mudando. Mas o resultado sempre é delicioso. Por que tanta energia em uma Festa? Resposta: porque não é só uma festa. É um momento precioso de ensinar às crianças o valor da colaboração. E de cultivar o que temos de mais rico: nossa cultura popular. Veja algumas fotos abaixo e navegue por mais imagens no Facebook. Se você perdeu, já sabe: ano que vem tem mais e começa bem antes de junho. Venha, participe! A ajuda de todos é o que constrói a escola.

Fonte: Amorim Lima – http://amorimlima.org.br, por mcarini

FESTA JUNINA – DIA 07 DE JUNHO DE 2014

EMEF Desembargador Amorim Lima – Tel: (11) 3726-1119

Rua Professor Vicente Peixoto, 50 – Vila Indiana – São Paulo.

Exibir mapa ampliado

FJunina_7.6.2014_amorim