A Universidade e a Pedagogia Griô

A reportagem foi publicada na TV USP em 17 de junho de 2015. Discute a relação entre o meio universitário e as culturas tradicionais e descobre que ela pode se dar para além da dualidade pesquisadores-pesquisados. A partir da Pedagogia Griô e sua concepção de diálogo entre a tradição escrita e a tradição oral, verificamos como a USP e as culturas tradicionais se relacionam.

A reportagem se inspirou na edição número 3 da Revista Diversitas, publicada pelo Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos, da USP, que teve como tema a Pedagogia Griô. Foram entrevistados:

– Líllian Pacheco, criadora da Pedagogia Griô;
– Zilda Iokoi, historiadora e coordenadora do Núcleo Diversitas;
– Mestre Alcides de Lima (Tserewaptu), mestre de capoeira e da tradição oral, funcionário aposentado da USP;
– Roberta Battistella, pesquisadora de cultura oral;
– Ana Carolina Francischette, historiadora.

 

 

Revista Diversitas, São Paulo, ano 2, n. 3, set.2014, mar.2015. Baixe o pdf > aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “A Universidade e a Pedagogia Griô

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s